Baseando-se nos casos de obsessão, nas manifestações ruidosas dos Espíritos frívolos e zombeteiros, a Igreja entendeu dever atribuir aos demônios todos os fenômenos do Espiritismo e condená-los como Inúteis ou perigosos.

Leia mais