Neste momento de dificuldade que estamos todos passando e que o maior atingido na insegurança é o rico, pois que este além de sentir o pavor eminente da tristeza de deixar a quem ama por ocasião do passamento, também sente e muito, deixar os bens materiais, coisa que o pobre já não se angustia, pois que os bens materiais deste não estão acumulados e sim são utilizados com plenitude. É um momento ímpar e que nos faz refletir tentando encontrar explicações.

Leia mais