O ministro da Saúde, Ricardo Barros, ontem pela manhã ameaçou cortar verbas do SUS (Sistema Único de Saúde), alegando falta de dinheiro. Sugeriu imitar a Grécia, que cortou programas sociais porque o Estado “não tinha mais capacidade de sustentá-los”.

Leia mais