O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou pedidos de deputados da oposição para suspender a tramitação da reforma da Previdência na Câmara e afirmou que não lhe parece que a proposta “tenha o condão de abolir direitos e garantias individuais”.

Leia mais