O tenente-coronel do Exército Alexandre de Almeida foi preso em flagrante na terça, 23, acusado de vender 166 armas de diversos calibres a um clube de tiro em Vila Velha, Espírito Santo. Nos autos do processo, o dono do clube de tiro ‘Guerreiros’ admitiu ter pago R$ 90 mil

Leia mais