O hábito das conversações sadias, o exercício da meditação, as leituras edificantes e as preces ungidas de ardente fé, passaram a atrair os Espíritos visitadores que, informados dos esforços que os irmãos envidavam por adquirirem uma situação superior de vida, 

ali permaneciam em tertúlias ou repousos dos seus muitos quefazeres, saneando, com as suas irradiações mentais, a psicosfera ambiente.
Victor Hugo

Que espíritos nos têm visitado o lar? E em que circunstâncias eles nos visitam? Com que propósito, enfim, eles o fazem?

Leia mais