O pensamento afetuoso age nas ondas que envolvem o planeta terrestre de maneira saudável, produzindo harmo­nia vibratória e contrabalançando as tempestades produzi­das pelas energias desgovernadas do ódio, da vingança, da insensatez, do crime.
O amor, portanto, é psicoterapêutico também, irra­diando sempre saúde e paz.”

(Joanna de Ângelis)