Colocado no banco dos réus nesta terça-feira (17) por decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou uma nota em que ataca as gravações feitas pelo delator Joesley Batista, sócio da JBS, e a atuação do ex-procurador da República Marcello Miller como “orientador” do empresário.

Leia mais