Essa pergunta foi feita por uma estudante de medicina ao acompanhar o parto de um bebê gerado em decorrência de um estupro. Naturalmente, ela queria saber sobre a posição da Doutrina Espírita a respeito do assunto.

Leia mais