Virtude excelente a esperança! Ela traz ao coração ares de renovação, é capaz de vencer a tristeza e vem acompanhada da alegria, que encontrou na gratidão mãos amigas para levantar a coragem e seguir adiante.

Sim, é preciso seguir adiante. Muitos estão felizes, motivados pela mudança de calendário, o que é muito natural, pois nos planejamos pelo tempo, que corre veloz. Tempo que pede continuidade de ações, providências, iniciativas.

Fácil não é, porque a caminhada apresenta surpresas, nem todas agradáveis. Surgem também motivos de melancolia, de tristeza, de lutas onde parece não conseguiremos vencer. Ocorrem separações dolorosas, perdas que consideramos irreparáveis, desafios intensos que provocam desânimos, cujos desdobramentos poderão ser expressivos, se não tivermos prudência e cuidados.

Mas a excelência da esperança renova as forças e muda os panoramas, para seguirmos a luta do aprendizado, das experiências – ainda que dolorosas – e nos apoiarmos em sua marcante presença.

Seja lá o que esteja você enfrentando nesse final de ano, com perspectivas difíceis para o ano que chega até nós na mudança de calendário, arme-se de imensa coragem, sustentando-se na fé e na esperança, porque esses quadros passarão. São eles degraus de amadurecimento, são eles autênticos cursos de doutorados para que amadureçamos nas experiências que ainda necessitamos, por não termos consolidado em nós a lucidez da consciência que aprendeu a agir com coerência e bondade.

Afinal é lei da vida o amor e a solidariedade. Como ainda estamos egoístas, somos testados e desafiados a uma nova postura. O egoísmo nos escraviza, encobre a visão e pior nos torna insensíveis. Daí os perrenhos do cotidiano.

E se estamos bem conosco mesmo, que ótimo. Motivo a mais para usarmos a alegria, a gratidão e, claro, a esperança, para distribuir em abundância.

Um ótimo ano novo ao leitor.

Postado por Patrizia Gardona, em 01/01/20. na Rede Espirit Book.