Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nosso comentário: realmente tinha a postura de um semi-deus. Só os fanáticos e lunáticos não enxergavam ou fingiam que não enxergavam, porque fazia o jogo deles. Mas, a verdade pode tardar, mas acaba vindo à tona…
Sempre afirmei que a condenação de Lula foi a coisa mais hedionda que um magistrado poderia fazer. E esse sujeito, que não passa de um sujeito, não teve quaisquer escrúpulos em cometer esse crime hediondo e o engraçado é que nenhuma força pública denunciou o caso, sobretudo quando aconteceram o vazamento das escutas telefónicas. Só mesmo no Brasil…
Vamos ver quanto tempo vai demorar para apear esse sujeitinho do pedestal…
Alberto Maçorano