Mais uma vez o governo de Jair Bolsonaro gerou uma manchete negativa para o Brasil no exterior. Nesta terça-feira (13), o jornal austríaco Die Presse publicou uma reportagem em que chama o presidente brasileiro de “idiota”.
SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO INSTAGRAM
Citando algumas medidas recentes e declarações polêmicas do presidente brasileiro, a reportagem tem o título “O Brasil elegeu um idiota”, em uma mensagem bem clara sobre como a publicação avalia os setes meses de governo de Bolsonaro até o momento.
Leia também
Lula pede que STF compartilhe as conversas da Vaza Jato
Dodge paralisou investigações sobre Bolsonaro para tentar segundo mandato
Atletas brasileiros pediram ‘Fora Bozo’ no pódio do Pan? Entenda
Entre outras críticas, a matéria diz que Bolsonaro espalha teorias da conspiração e tenta reescrever a história brasileira. O veículo ainda mencionou a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos.
O presidente brasileiro afirmou que seu “sentimento” é que o filho terá a indicação para a embaixada em Washington aprovada pelo Senado, mas nem todos pensam assim. Caso o filho do presidente se torne embaixador, Eduardo Bolsonaro destoaria de todos os seus antecessores.
O cancelamento da reunião com o chanceler francês Jean-Yves Le Drian também foi alvo de críticas do veículo austríaco. O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou que o encontro não aconteceu devido a um “problema de agenda” de Bolsonaro. No mesmo horário, no entanto, o presidente brasileiro fez uma transmissão ao vivo em suas redes sociais enquanto cortava o cabelo.

Nosso comentário: ainda teve uma leitora advogada do meu blog que disse que me iria processar por eu estar cometendo crimes por criticar Bolsonaro e seu governo, pretendendo prevalecer a “lei da mordaça”, ou seja, sem liberdade para nada, o que significa uma ditadura disfarçada de democracia…

Será que também vai processar os jornais do exterior que criticam o (des) governo atual deste massacrado povo brasileiro?

Alberto Maçorano