Sinto-me na obrigação moral de dar uma explicação aos milhares de seguidores deste blog: momentâneamente pensei em desativar este blog, mas, posteriormente, numa análise mais criteriosa e sincera, não era esse o meu desejo. 

Acontece que este ano, como já constataram, não poderei dedicar muito tempo a novas postagens. Contudo, o blog tem milhares de postagens de elevado interesse espiritualista para quem quiser fazer alguma pesquisa.

Por isso, decidi mantê-lo com poucas postagens novas, mas com ênfase maior, pelo menos este ano, numa parte mais comercial com foco nas empresas Amakha Paris (perfumes e cosméticos) e Forever (os melhores produtos naturais do mundo para a saúde, com base na Aloe Vera (babosa).

Além destes pressupostos, outro aspecto de não menor importância é a revisão da tradução de O Livro dos Espíritos de minha autoria, que era para ter sido concluída o ano passado e ficou para trás. Este ano terá que ser concluída por imposição minha.

Tenho a tradução de O Evangelho segundo o Espiritismo, para mim, de uma elevadíssima composição estrutural e ortográfica em uma editora à espera de um patrocínio. Se por algum “acaso” surgir algum interesse por alguma entidade patrocinadora, estaremos receptivos a qualquer conversação.

Agradeço antecipadamente a todos aqueles que por algum motivo se interessem pelos nossos assuntos espíritas e espiritualistas.

Somos um defensor acérrimo da doutrina espírita, que conhecemos com alguma propriedade e as postagens de minha autoria são baseadas em fundamentos concretos e objetivos.

Jamais postaria algo que não fosse confirmado pela espiritualidade, independente de cores políticas e religiosas.

Lamentamos que algumas pessoas desconhecedoras dos postulados espíritas ou até outras que possam detê-los, se deixem envolver por fanatismos de qualquer natureza e tenham a “coragem” de desvirtuar os verdadeiros princípios da doutrina espírita, tecendo comentários bem abaixo de qualquer verdadeiro princípio religioso.

Para esses aconselho não se deixarem envolver pelos ranços da hipocrisia, da maledicência, dos julgamentos superficiais terrenos, dos fanatismos, porque acima de tudo e de todos existe um julgamento divino ao qual todos prestarão contas quando chegarem à Pátria espiritual, onde não existem categorias especiais de qualquer natureza, seja um simples soldado ou general, ou um presidente da república, o tratamento será igualzinho e aquilo que irá prevalecer será aquilo que se fizer de bem pelo próximo aqui na Terra. Essa é a autêntica realidade, acredite ou não.

Pense nisso! Como diria Chico Xavcier…

Alberto Maçorano