A partir de janeiro do ano que vem, quando assumir a presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) passará a receber um total de R$ 60.236,15 mensais. A informação é do jornalista Lauro Jardim, no ‘Globo’.

Como explica o blog, além do salário de presidente, que é de R$ 30.934,70, Bolsonaro estará apto a se aposentar pelo antigo Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC) e poderá receber da Câmara R$ 29.301,45 por mês.

STF reage contra antecipação de aposentadoria pedida por bolsonaristas

Ainda de acordo como texto, o futuro presidente também recebe o salário de capitão reformado. Procurado pela reportagem, Bolsonaro não informou o valor.

Apesar de o teto constitucional ser de R$ 33,7 mil, a regra não se aplica a aposentados pelo IPC.

Nosso comentário: se esta notícia se confirmar, friso bem, se se confirmar, será que é assim que Bolsonaro (o enviado de Deus…), pretende governar e apaziguar as tensões sociais no Brasil? Será que um enviado de Deus, de verdade, iria gostar de uma pessoa ganhar essa dineirama, fora as mordomias que poderão chegar a mais de 100 mil reais, e o irmão, ao lado lutar pela sobrevivência de um mil reais e ainda pagar aluguel, e outros sem sequer emprego tem e muitos milhares perambulando pelas ruas onde fazem delas a sua casa e o seu dormitório?

Sera que isso se possa chamar enviado de Deus?…

Aqui fica a minha observação, aguardando o seu reinado para podermos tirar as conclusões definitivas.

Alberto Maçorano