O planeta Terra não deixa de ser como uma estação de trem. 

Tem gente que chega pra ficar por uns tempos. 
Tem gente que vai e demora pra voltar. Nós desembarcamos neste pedação do universo para aprender a amar e ser amado.

Um dia o trem passa e a gente tem que ir embora, de preferência tendo plantado amor no coração das pessoas.

Porque chegará um dia em que haveremos de voltar a esta Terra, pelas portas da reencarnação, e reencontraremos todas as pessoas 

que amamos

 e aquelas a quem não conseguimos amar. 

Todas estarão no nosso vagão, tal qual acontece em nossa vida atual.

Que na próxima vinda, o nosso vagão esteja lotado de gente amiga. Mas esse trabalho começa agora mesmo com as pessoas e situações que hoje nos parecem espinhos. A depender de nós, elas se transformarão em flores do nosso jardim.

Texto de José Carlos De Lucca.

 

Postado por Ana Maria Teodro Massuci, em 07/11/19, na Rede Espirit Book.