A dor de cabeça é uma coisa normal, pois a dor serve como um alerta do nosso corpo. Mas não quer dizer que, por ser normal, não se deve dar a devida atenção!
Infelizmente, na nossa sociedade como um todo, principalmente nesses tempos em que vivemos, somos expostos a muita informação e atividades para processar ao mesmo tempo. É comum uma hora ou outra sermos atingidos por dores de cabeça leves, moderadas ou fortes.
São muitas preocupações, muita ansiedade e angústia. Mais de 90% da população tem dor de cabeça em algum momento de suas vidas, mesmo que seja apenas uma ressaca por ter bebido muito álcool, comido algo que não tenha sido bem aceito pelo intestino, enfim, são muitas as possibilidades.
Mas quando são muito constantes, é bom crescer os olhos e procurar ajuda, pois deve haver um problema maior.
Tenho dor de cabeça todos os dias: o que pode ser? Verifique se você anda se submetendo aos fatores de risco abaixo:
Um dos fatores comuns nos sintomas de dores de cabeças, freqüente no ser humano nos dias de hoje, são o stress, ambientes barulhentos, pois causa cansaço mental, já que o cérebro se desarmoniza ao receber as informações do ouvido interno, quanto à caracterização do som, que não é sadio, daí o distúrbio e evidentemente a origem da dor de cabeça, além de outros fatores como, esforço prolongado dos olhos, geralmente, voltados para o excesso de luzes, oriundas de monitores de computador, etc, ou até mesmo, do excesso de álcool.

Dor de cabeça diariamente: o que pode ser? — Os fatores espirituais

Dor de cabeça todos os dias é normal? Não é normal, pois pode ser que você esteja passando por um processo crônico (que necessita de tratamento prolongado), o que exige mais cuidado e atenção.
E o pior é quando as dores de cabeça estão ligados aos fatores espiritual e emocional, pois hoje em dia as pessoas estão mais desligadas do que nunca para tirarem um tempo para a meditação ou relaxamento.
Além das dores de cabeça oriundas desse cotidiano em que vivemos, também existe uma dor de cabeça que nem sempre um remédio resolve com facilidade. Ela é apelidada de dor de cabeça espiritual. Mas para entende-la, precisamos entender o funcionamento de uma glândula do nosso corpo, chamada de Glândula Pineal.
Essa glândula é responsável pela participação de inúmeras funções orgânicas, direta ou indiretamente, assim como da acentuada correlação no setor psíquico. A pineal também tem sua função nos centros de energia do corpo, chamados Chakras.
Essa energia passa por essa glândula, levando essa carga de energia para os chakras. Quando há bloqueios nessa passagem de energia, ocorrem algo como um “entupimento energético”, causando desconfortos físicos, mentais e espirituais para a pessoa; isso inclui a dor de cabeça.
Todo médium ele tem um acúmulo de energia já intenso, caso essa energia percorrida ache nesse trânsito energético, algum obstáculo é como um entupimento criando um acúmulo energético que irá atingir um determinado chakra o qual como foi mencionado atingira as glândulas podendo provocar desarranjos no organismo.
Para o médium imprevidente ou desarmonizado esse problema se intensifica. No caso do médium, esse acúmulo pode se acumular na cabeça onde por ventura pode provocar sintomas de fortes dores na cabeça, devido a uma carga excessiva de energia muitas vezes contaminada e danosa.

O que pode causar dor de cabeça todos os dias? — Os fatores emocionais

O que significa ter dor de cabeça todos os dias, mesmo não sendo médium ostensivo, nem passando pelos fatores de risco citados acima?
Segundo a autora Cristina Cairo, “os indivíduos que sofrem de enxaqueca têm um orgulho muito forte e não permitem que pessoas autoritárias mandem em sua vida ou controlem seus passos. Resistem a tudo e a todos que, conforme eles acreditam, queiram invadir seu espaço vital.”
“São pessoas que não relaxam aos prazeres, pois receiam serem dominados de alguma forma. Normalmente têm medo do sexo ou de suas conseqüências, devido a limitações morais, familiares, etc.”
“Se você se identifica nesta situação, solte-se e deixe seu coração ”falar”. Não use a razão constantemente, pois devemos equilibrar os dois hemisférios cerebrais (razão e emoção), para evitarmos esses conflitos internos e suas somatizações. Suavize seus pensamentos.”
“Quando surgir uma dor de cabeça, pare e reflita sobre o que está acontecendo ao seu redor. Será que alguém ou alguma situação contrariou você? Ou talvez você tenha se sentido desconsiderado(a) por alguém um tanto importante de quem você esperava maior consideração.”

“Seja o que for, pense sobre a sua própria conduta e veja o quanto você está sendo inflexível consigo mesmo(a) e com os outros. Aceite docilmente O que aconteceu e se proponha a mudar o seu caminho através de seus ideais e você vai ver como a dor irá desaparecer.”

O que pode ser dor de cabeça todos os dias? — A questão do orgulho

Ainda segundo a autora Cristina Cairo, “a dor de cabeça é sinal de um orgulho muito forte, conforme já expliquei, e para acabar com ela é preciso modificar os seus pensamentos exatamente no momento da dor. Tudo é uma questão de exercício e de flexibilidade.
Esqueça o medo e apenas reconheça o quê ou quem contrariou você e desarme-se procurando uma boa maneira de mudar sua vida para melhor.”
A paciência e a coragem com você mesmo acabarão com uma simples dor de cabeça ou com a enxaqueca.
Veja alegrias em ambientes que você não gosta de frequentar e não resista à contrariedade que o fez entrar neste ambiente. Experimente se soltar e se divertir mais, em vez de negar e criticar as opiniões diversas das suas.
Lembre-se de que sua carência e seu desejo de receber amor e carinho aumentam quanto maior forem a sua inflexibilidade e o seu orgulho. OK?

Espiritualidade e dor de cabeça – Boas condutas
Para obtermos êxito no combate às dores de cabeça, enxaqueca e outros possíveis sintomas desagradáveis, sejam eles de ordem espiritual ou física; aconselha-se a reclusão em algum cômodo discreto, onde possa orar, pedindo com sinceridade a solução das dores. Aconselha-se ainda a continuidade nas leituras elucidativas do Evangelho e de outras obras que visam a elevação dos pensamentos e sentimentos.
Cabe frisar que nem tudo é de ordem espiritual, e devem passar por uma avaliação de ordem médica, é comum casos de pessoas que estavam com problemas sérios e graves de ordem física e não espiritual sendo tratadas como sintomas mediúnicos, e vice-versa. O ideal que ambos os campos sejam sim avaliados com critério, porque na realidade também há casos de ordem física e espiritual devendo os dois lados serem bem acompanhados e tratados.

Fonte: Estudante Espírita

Postado por Ana Maria Teodoro Massuci, em 18/04/18, na Rede Espirit Book