Nosso reencarne (nascimento) não é um acaso. O planejamento reencarnatório tem como objetivo estabelecer metas e condutas que propiciem, da melhor forma possível, a reparação das faltas cometidas, da transformação da vingança e do ódio em perdão e do aperfeiçoamento geral do indivíduo. Este processo é necessário para evolução de todo Ser.

Confira abaixo 3 fatos sobre o planejamento reencarnatório.

1- Seu corpo é o mais adequado para o seu espírito

Cada detalhe do novo corpo, as predisposições às doenças, má formação de órgãos e membros, característica psicológica, altura, cor de pele e todo o conjunto de informações presentes nele é o resultado das experimentações realizadas, até então, pelo espírito que irá habitá-lo em nova etapa.

2 – Suas vidas passadas são avaliadas

Devemos considerar também a presença de “inimigos” que adquirimos ao longo de encarnações anteriores, onde fizemos mau do livre arbítrio. Tudo o que emitimos nos retorna na mesma intensidade e qualidade ao longo das vidas.

Quando atingimos um semelhante, seja moral ou fisicamente, criamos um inimigo que estará ligado a nossa existência pela vingança e pelo ódio, sendo que esta ligação cármica, por culpa e resgate, somente terá fim quando a parte atingida der-se por satisfeita, seja pela execução da vingança, seja pela sua evolução moral.

3 – Criamos nosso sofrimento

Pare de pensar que a vida é difícil. O planeta Terra e toda a humanidade que nele habita, não foram criados para o sofrimento. Se existe a dor, é por culpa de pequenas e grandes maldades que nos impedem de viver aqui de forma harmoniosa e feliz.

Lembre-se que o registro da sua vida é único, pois o universo considera no seu “julgamento”, apenas o que é criação sua, porque Deus lê sempre o seu coração e não erra nunca.

Fonte: Meu Livro Espírita

Postado por Ana Maria Teodoro Massuci, em 16/06/17, na Rede Espirit Book