A presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), se defendeu na manhã desta segunda-feira (29) do processo de impeachment. Ela optou por um tom político em sua defesa final, negou as acusações de crime de responsabilidade e sustentou o discurso de golpe.

Leia mais