Um dos argumentos mais usados por descrentes da doutrina espírita e cristã para “desmoralizar” o amor fraterno e infinito de Deus é citar ele como culpado das catástrofes naturais ou acidentais. Então, como o Espiritismo consegue explicar esses acontecimentos (como o que aconteceu em São Francisco de Paula, na Serra gaúcha)?

Read more