Ao apresentar o Espiritismo à humanidade, Allan Kardec definiu-o como sendo, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica: como ciência trata da natureza, origem e destino dos espíritos, e das suas relações com o mundo corporal; como filosofia ele compreende todas as consequências morais que decorrem dessas relações. 

Leia mais