O grupo militante extremista Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque de quarta-feira no Parlamento em Londres, que deixou quatro mortos e 40 feridos.

Leia mais