– Quando ofertamos, possuímos. Quando recebemos, tornamo-nos devedores.

– A felicidade em poder repartir é sempre maior do que aquela que convida a acumular quando o próximo tem carência.

Leia mais