FESTA É UMA COISA! CARNAVAL BRASILEIRO É OUTRA, COMPLETAMENTE DIFERENTE. CARNAVAL BRASILEIRO É SINÓNIMO DE PUTARIA, PORNOGRAFIA, DEPRAVAÇÃO, IMORALIDADE… 

Com todo o respeito pelos apreciadores deste “bacanal” a céu aberto, gostaria de saber qual o impacto deste acontecimento na evolução da sociedade? Qual a motivação de impacto social que justifique tal evento? Não consigo vislumbrar no âmago da consciência qualquer justificação para tal realização. 

Por outro lado, já refletiram o quanto se poderia fazer pela miserabilidade deste país se o volume de dinheiro que esta manifestação bacanal envolve fosse aplicado em benefício dos necessitados? É difícil de imaginar…

Concluímos, portanto, em nome da educação, do respeito, da ética, da moral e dos bons costumes, e, sobretudo, dos miseráveis deste país, que este acontecimento macabro e imoral, não tem qualquer razão e fundamento de existir, tendo um contributo moral devastador para a sociedade, além das proporções financeiras astronómicas envolvidas.

Quem quiser divertir-se pornograficamente, vá para os motéis da vida…  ou para praias de nudismo, muito mais salutares. E para culminar, ainda contam com algumas ajudas financeiras governamentais (aliás, dinheiro do povo) e com o beneplácito e incentivo da grande mídia, sobretudo, das televisões, como se isso fosse um acontecimento super importante, de verdade.

Para divulgarem, por exemplo, o grande e emérito palestrante espírita Divaldo Pereira Franco, o maior orador espírita de todos os tempos, fundador há 70 anos da “Mansão do Caminho”, a maior infraestrutura brasileira de apoio aos jovens miseráveis de Pau da Lima (Salvador – Bahia) e quiçá, do mundo, onde são atendidas cerca de três mil e quinhentas crianças, todos os dias, e onde cada palestra equivale a uma lição magistral, isso ninguém se interessa em divulgar, ninguém se posiciona em mostrar esse trabalho de invulgar impacto para o bem da sociedade e cujo conteúdo doutrinário teria um reflexo importantíssimo para o equilíbrio social, pois, só o conhecimento do espiritismo terá condições de estancar a caminhada para o abismo da atual sociedade.

São os contrastes de uma sociedade completamente falida, mas que ainda consegue contorcer-se nos espinhais da malandragem e da selvageria.

Alberto Maçorano