Pimentel defende apoio do PT a Aécio …

BRASÍLIA – O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, afirmou nesta terça-feira, 3, que apoia a posição de seu partido, o PT, em defesa do Senado como instância para analisar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato

 

Para Pimentel, que é adversário político do tucano no Estado, a posição é constitucional e não trará desgaste político para os petistas.

“Apoio a decisão do PT. A linha está correta. O Senado tem que se pronunciar. Não vai trazer desgaste nenhum”, afirmou, em rápida entrevista após participar de almoço com deputados de Minas no gabinete do 1º vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG). “A posição do PT é uma posição constitucional, republicana. Acho que está correta, independente dos personagens”, acrescentou o petista, que disputará reeleição em 2018.

+++ ‘Torcer pela prisão de Aécio é equívoco’, diz líder do PT na Câmara

O governador almoçou com parlamentares mineiros após participar de audiência pública no Senado sobre mineração. No evento, Pimentel afirmou que a Cemig terá de buscar outras fontes de geração de energia para recompor suas operações, após o leilão das quatro usinas hidrelétricas que a empresa controlava. “Esse assunto foi vencido com o leilão. Vamos cuidar agora de recompor a capacidade de geração da Cemig com outras fontes”, declarou.

Nosso comentário: realmente chegou-se ao patamar mais baixo e desqualificado no âmbito da política brasileira. E pensar que a maioria desses vagabundos políticos ganham salários de “nababos” para se digladiarem o tempo todo sem se interessarem minimamente na governação deste país. Evidentemente que há excepções, para confirmação da regra, mas serão tão poucas que se torna difícil distinguir entre o trigo e o joio. Imagine-se um dos maiores crápulas que o Brasil já teve na sua política, esse tal de Aécio, que está na origem direta da maior crise política e administrativa já vivenciada e, como tal, na concretização do impeachment da Dilma. Que não conseguiu digerir conseguiu a derrota das urnas, agora sabemos que seria para se livrar com mais facilidade da corrupção em que está envolvido, ainda se dê ao luxo de ver um tal de Pimentel defender esse crápula. É desaforo demais. É sentimento de descrédito total perante a sociedade brasileira. Não dá para aguentar tanto desforo de um canalha que, mesmo assim, consegue ter as costas largas para, desavergonhadamente, ainda não ter sido devidamente investigado pelas suas confirmadas falcatruas. Mas, está escrito pelos algozes que o bode expiatório será o Lula… É este o estado calamitoso a que chegou a “pseudodemocracia” brasileira, bem como a justiça? deste imenso país.  Até quando Brasil?!…

Alberto Maçorano

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *