Até a doutora Janaína reconhece: Dilma não pegou um tostão da dinheirama que o PT manipulou. Mas foi punida.

Punida por quem? Os seus principais acusadores estão citados na Lava Jato e são velhos conhecidos da corrupção. Se fôssemos nomear todos precisaríamos de uma página. Fiquemos com dois que podem chegar à presidência da República e um ao governo estadual.

                Os presidenciáveis Aécio Neves e José Serra são investigados por diversos crimes contra a economia popular. Alguns, moralmente indefensáveis, como o aeroporto que Aécio construiu com dinheiro de Minas na fazenda de sua família. Ele é citado por usar o avião do governo mineiro para passar fins de semana no Rio (124 viagens).

Além de mais de uma dezena de denúncias, Aécio é suspeito de receber propinas de Furnas, conforme delatou Delcídio do Amaral à Lava Jato. O outro presidenciável do PSDB, José Serra, é investigado por receber pelo Caixa 2 cerca de R$ 23 milhões da Odebrecht, em depósitos no exterior. Os delatores da empreiteira mostraram documentos em que Serra aparece com os cognomes de Vizinho e Careca.

                É provável que as denunciadas falcatruas de Serra e Aécio acabem engavetadas, como aconteceu com as que envolveram o senador Anastasia, relator do impeachment. Aliás, as investigações da Lava Jato e de outras operações contra os tucanos transcorrem a passo de tartaruga até o arquivamento. Essa conduta serve para “inocentar” os promotores: “atacam” tucanos e petistas igualmente, mas a “imparcialidade” disfarça maquiavelicamente uma parcialidade latente.

                Dilma não furtou um tostão. Já os seus acusadores…

Júlio Chiavenato 
Ribeirão Preto, 01/09/16 
chiavenato@jornalacidade.com.br

Nosso comentário: é, amigo Chiavenato, parece que a mídia brasileira, por razões esdrúxulas, ficou contaminada com o vírus “Aécio Neves”, provocando tal nebulosidade na visão, com alguns estragos no discernimento mental, que não conseguem enxergar outros doentes além do PT, Lula e Dilma.

                Alguns cientistas estão trabalhando afanosamente para tentar descobrir uma vacina para neutralizar essa virose, e assim a mídia brasileira poder enxergar melhor e com discernimento apurado, a infestação que grassa nas hostes políticas e administrativas deste imenso Brasil, além das entidades citadas acima.

                Essa vacina tem que sair logo, caso contrário ficaremos à mercê de um bando de malfeitores, podendo causar os maiores estragos ao país e aos brasileiros, sem que a mídia brasileira consiga enxergar, por conta do vírus “Aécio Neves”.

                Vamos torcer para que essa vacina seja logo descoberta.

 Alberto Maçorano