BRASÍLIA – Depois de defender Michel Temer na manhã desta quarta-feira, ao declarar seu voto contra a aceitação da denúncia na Câmara, o deputado Paulo Maluf (PP-SP) saiu em defesa de Lula dizendo que o ex-presidente, assim como Temer, está sendo acusado injustamente. Para Maluf, Lula é um exemplo de pessoa e de político.

— O Lula é inocente. Conheço o Lula mais do que ninguém. Ele não fez nada e nem crime nenhum para ser condenado a nove anos de prisão. Isso é uma injustiça! E eu tenho autoridade para dizer isso porque eu não sou petista. Mas não é porque eu não sou do partido dele que eu tenho que aplaudir uma injustiça — declarou Maluf, comentando a sentença em que o juiz Sérgio Moro condenou o petista.

Maluf comparou a situação de Lula com a de Temer, dizendo que no Brasil “quem trabalha e faz muito pelo país sempre é acusado injustamente”. Ainda, segundo Paulo Maluf, seria injusto impedir o Lula de concorrer as eleições presidenciais de 2018.

— Eu acho que seria uma bruta injustiça impedir o Lula de concorrer ano que vem. Isso seria tapetão e no tapetão não é correto.

Pela manhã, Maluf foi o primeiro deputado a falar no debate na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) sobre a aceitação da denúncia da PGR contra o presidente Michel Temer. O deputado, que é contra a admissibilidade de denúncia, também defendeu Temer alegando que o peemedebista era “vítima de um complô”.

*Estagiária, sob supervisão de Francisco Leali

 

Nosso comentário: parabéns senhor Maluf pela sua sinceridade. Apenas diz a verdade e nada mais, que é isso que nós defendemos. A plena transparência daquilo que deveria ser a autêntica justiça, mas que, infelizmente, virou uma palhaçada.

Alberto Maçorano