A síndrome do pânico é uma doença caracterizada por ataques recorrentes que consistem em uma sensação de medo ou mal estar intenso, acompanhada de sintomas físicos e cognitivos, como diarreia, falta de ar, dor no peito, dores de cabeça, medo de morrer, entre outros.

É um transtorno de ansiedade, ou seja, difere-se da ansiedade normal que é uma reação natural do indivíduo, útil para se adaptar e reagir perante situações de medo e expectativa.

Um agravante aos portadores da doença é a preocupação com a ocorrência de novos ataques. Isto faz com que eles vivam sob constante insegurança, comprometendo em muito sua qualidade de vida.

A boa notícia é que a Síndrome do Pânico pode ser tratada através do uso de medicamentos e psicoterapias. Exercícios físicos também podem ser muito benéficos ao paciente portador da doença. Para diagnosticar a doença e definir a melhor forma de tratamento é preciso o apoio de um profissional da área de psiquiatria.

Quanto antes o quadro for tratado, maiores as chances de uma vida saudável e tranquila.

Postado por Ana maria Teodoro Massuci, em 20/06/17, na Rede Espirit Book.

Posts Relacionados