O Transtorno de Déficit de Atenção (TDA) com ou sem Hiper-atividade (TDAH) não está relacionado com a mediunidade.

O sintoma principal, em ambos os casos, é a dificuldade em se concentrar ou focar um objeto específico na atenção.

A consciência se volta para um novo objeto quando cessa o interesse pelo anterior. Há uma alternância de interesses, prejudicando o grau de concentração do indivíduo.

Com hiper-atividade, aparece outro sintoma que é a aceleração psicomotora, denunciando ainda mais a dificuldade de concentração.

O transtorno costuma aparecer na infância, dificultando a aprendizagem e a sociabilidade.

No adulto, dentre outros prejuízos, dificulta seu interesse e definição profissional.

A dificuldade de concentração com alterações psicomotoras também podem ser observada na depressão sem serem TDAH ou provocadas pela mediunidade.

A mediunidade é uma faculdade que proporciona ao indivíduo um grau maior de interação com o espiritual, não promovendo diretamente e necessariamente qualquer sintoma que se assemelhe a um transtorno psíquico.

Por vezes, a obsessão espiritual pode, em casos específicos, promover alterações na personalidade do indivíduo, dificultando a concentração e provocando aceleração motora, típicas do TDAH.

A diferença estará em outros sintomas associados à obsessão que não deixam dúvidas, tais como: alterações no sono, confusão mental, irritabilidade, etc.

Fonte: Dr. Iso Jorge Teixeira/ Acasadoespiritismo

Postado por Ana Maria Teodoro Massuci, em 13/08/16, na rede Espirit Book