Menino Boriska, segundo sua mãe o parto foi rápido e sem nenhuma dor. Como médica dermatologista ela narra que o bebê ao nascer a olhava fixamente o que é sabido não ser normal em nascituros. Com o passar dos dias Nadezhda notou que a criança tinha comportamento regrado sem choro ou demonstração de fome. Com oito meses já falava, e por volta de dezoito meses já lia jornais.

         Os desenhos de Boriska em cores azul e violeta ao serem analisados por psicólogos, ficaram definidos como sendo uma demonstração do que Boriska percebia na aura das pessoas. Aos três anos de idade Boriska falava com os pais sobre o sistema solar nomeando planetas. Em pouco tempo se tornou uma celebridade na região onde muitos o procuravam para ouvi-lo sobre os extras terrestres, civilizações, raças humanas antigas e principalmente sobre o futuro do nosso planeta face às mudanças climáticas.

         Boriska passou a interpelar as pessoas nas ruas pedindo para que não usassem drogas. Segundo o professor Vladislav Lugovenko a aura do garoto apresenta um intelecto poderoso. Nos últimos 20 anos tem se tornado comum em todos os continentes o nascimento de bebês com tais faculdades. Os estudiosos denominaram essas crianças como “índigo children”, ou seja, “crianças azuis”.

        Vladislav afirma que possivelmente a criança azul tem como missão mudar o nosso planeta. O DNA dessas crianças possui expirais perfeitas o que as torna incrivelmente resistentes às doenças e acredita que essas crianças mudarão o futuro desta humanidade. Boriska aos nove anos explica aos parentes tudo o que sabe sobre a civilização marciana através da lembrança de vidas passadas. Diz ter vivido em Marte e que havia guerra o tempo todo e tinha que fazer parte.

        Ele voava em naves e viajava no tempo e no espaço, foi quando pode observar a terra. Comenta que a maior catástrofe que aconteceu na Terra foi a destruição de Lemúria, uma civilização lendária. Sobre o Egito, Boriska diz que existe um conhecimento precioso oculto sob uma pirâmide que ainda não foi descoberta: “A vida vai mudar quando a Esfinge for aberta. A Esfinge tem um mecanismo que aciona uma abertura secreta.

         Diz que crianças de elevado conhecimento estão nascendo e estarão preparadas para ajudar as pessoas. Amar seus inimigos, essa é a Lei. O amor é a verdadeira mágica!”. Este comentário foi muito debatido há alguns anos, e demonstra claramente que os habitantes do Globo estão mudando gradualmente.

Coluna semanal: “Vida além da Vida”, por Nilton Moreira.

Postado por Nilton Moreira, em 14/10/17, na Rede Espirit Book.