“ … Existe uma força extremamente poderosa que a ciência, até agora, não encontrou uma explicação formal. É uma força que inclui e governa todas as outras forças, que está por trás de todo fenómeno que ocorre no Universo, e que ainda não foi identificada por nós.

 Esta força universal é o AMOR.

Quando os cientistas buscavam uma teoria unificada do Universo eles se esqueceram da mais invisível (sutil) e poderosa de todas as forças.

O Amor é luz, porque ilumina a quem dá e a quem recebe. O Amor é como a gravidade, porque faz com que algumas pessoas se sintam atraídas por outras. O Amor é poder, pois multiplica o que temos de melhor, e permite que a humanidade não seja extinta devido ao seu egoísmo cego. O Amor revela e descobre. Pelo Amor vivemos e morremos. O Amor é Deus, e Deus é Amor.
Esta força explica e dá um sentido maiúsculo à vida. É a variável que temos ignorado por muito tempo, talvez porque temos medo do Amor, porque é o único poder no Universo que o homem não aprendeu a manejar de acordo com sua vontade.

Para dar visibilidade ao Amor, fiz uma substituição simples na minha equação mais famosa. Se em vez de E = mc2 aceitarmos que a energia para salvar o mundo pode ser obtida através do amor multiplicado pela velocidade da luz ao quadrado, chegaremos à conclusão de que o amor é a força mais poderosa que existe porque não tem limites.

Após o fracasso da humanidade no uso e controle de outras forças do Universo, que se voltaram contra nós, é urgente que nos alimentemos de outro tipo de energia. Se quisermos que a nossa espécie sobreviva, se quisermos encontrar sentido na vida, se quisermos salvar o mundo e todos os seres que nele habita, o amor é a única e última resposta.

A humanidade talvez ainda não esteja preparada para fabricar uma bomba de amor, um artefato poderoso o suficiente para destruir todo ódio, egoísmo e avareza, que assolam o planeta. No entanto, cada indivíduo carrega dentro de si um pequeno, mas poderoso gerador de amor, cuja energia está à espera de ser liberada.

Quando aprendermos a dar e receber esta energia universal, querida Lieserl (sua filha), comprovaremos que o amor tudo vence, tudo transcende e tudo pode fazer, porque o amor é a quintessência da vida …”

“… Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor… Lembre-se: se escolher o mundo, ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo.”

Albert Einstein

 

Postado por Ana Maria Teodoro Massuci, em 30/01/18, na Rede Espirit Book

Posts Relacionados