https://www.youtube.com/watch?v=

ZNuFlHAWwxo&app=desktop

Quanta coragem e dignidade!…

Bispo recusa comenda e impõe constrangimento ao Senado Federal, num plenário aonde além de senadores e deputados constava com parentes e amigos do homenageado, o bispo cearense de Limoeiro do Norte, Dom Manuel Edmilson Cruz, impôs um espetacular constrangimento ao Senado Federal. Dom Manuel chegou a receber a placa de referência da Comenda dos Direitos Humanos Dom Hélder Câmara das mãos do senador Inácio Arruda (PCdoB/CE). Mas, ao discursar, ele recusou a homenagem em protesto ao reajuste de 61,8% concedido pelos próprios deputados e senadores aos seus salários. “A comenda hoje outorgada não representa a pessoa do cearense maior que foi Dom Hélder Câmara desfigura-a. “Seguro, sem ressentimentos e agindo por amor e com respeito a todos os senhores e senhoras, pelos quais oro todos os dias, só me resta uma atitude: recusá-la”. O público aplaudiu a decisão. O bispo destacou que a realidade da população mais carente, obrigada a enfrentar filas nos hospitais da rede pública, contrasta com a confortável situação salarial dos parlamentares. E acrescentou que o aumento “é um atentado, uma afronta ao povo brasileiro, ao cidadão contribuinte. Fere a dignidade do povo brasileiro que com o suor de seu rosto santifica o trabalho diário.”

Parabéns Dom Manuel!!!.

 👏👏👏👏👏👏👏👏

Vamos repassar!!!

Nosso comentário: recebi este texto no meu WhatsApp. Em poucas palavras esse super bispo disse tudo. Apontaram-se tanto os dedos em riste contra PT, Lula e Dilma e o Brasil está infestado de corruptos e corruptores políticos e governantes. Por isso quiseram e conseguiram destituir Dilma Roussef, defensora acérrima da investigação, porque não tinha o rabo preso, assim como o Lula, embora alguns figurões fanáticos e desavisados, insistam em fazer do Lula aquilo que não é, nem nunca foi. Só que esses difamadores deveriam pagar bem caro tudo que difundem sem quaisquer provas. Quem vai julgar esses difamadores? Portanto, essa lei de criminalizar os juízes, pelo menos é acertada. Falta saber quem vai ter o direito de fazer a criminalização?

Por isso, enquanto esses figurões, que se dizem políticos e honestos, enquanto não fizerem uma lei para rebaixar todas as regalias e nababices desses ociosos, enquanto não eliminarem completamente todos os privilégios, ficando reduzidos a pelos menos uns cinco mil reais para todo o mundo e já é muito, o Brasil continuará pelo menos por mais quinhentos anos na mesma trajetória, caminhando para o abismo…

Alberto Maçorano