Apesar da cirurgia de catarata a que fui submetido hoje, não poderia deixar de assinalar um dos dias mais trágicos e negros da sociedade contemporânea. O ataque suicida e fraticida a um dos monumentos mais simbólicos do mundo atual.

 A destruição das torres gémeas de Nova Yorque, que já haviam sido as mais altas do mundo, por uma corrente de mentes insanas, fanáticas e obscurantistas, da mais baixa índole humana. Seja a que título for, seja qual for o argumento ou motivos, nada poderá justificar tão nefastas atitudes e que, infelizmente estão acontecendo hoje, em outras latitudes e sociedades europeias, como símbolos representativos da mais baixa animalidade. Um completo retrocesso das sociedades ao mundo das cavernas. 

Pensamos que o vazio de conhecimento religioso autêntico e realista que nos é transmitido pelo espiritismo, será um dia a porta da salvação do homem em busca da real felicidade e fraternidade. Mas, para isso, terá que abandonar por completo todos os resquícios de arrogância e prepotência. Enquanto não se submeter à total e sincera humildade e reconhecer que é uma simples gota no infinito do Universo, caminhará em vão na contramão da verdade e da razão.

Alberto Maçorano