São comuns, os relatos de gêmeos interligados emocionalmente. Embora diferentes em suas tendências psíquicas, um capta as vibrações de sofrimento e angústia do outro. Percebem, a distância, os traumas sofridos pelo seu irmão e até os registram de algum modo. 

As ligações de vidas anteriores que os mantinham mutuamente interligados, e tendo continuidade na gestação, permitem a rápida e fácil sintonia de ondas entre os dois.

Mesmo de forma inconsciente, percebem, às vezes, as situações difíceis que o outro vivencia.

A aversão dos gêmeos traduz inimizade anterior;
com pendores afins, nos assinala amizade do passado, embora com dívidas em outras áreas.

Irmãos da Nova Era Espírita

Postado por Ana Maria Teodoro Massuci, em 18/o5/16, na rede Espirit Book