https://www.youtube.com/watch?v=

uu0XPBfr4XA&t=32s

Publicado em 4 de set de 2017
 
Divaldo Franco, juntamente com Nilson de Souza Pereira, Tio Nilson, fundou esta obra de amor e de fraternidade no dia 15 de agosto de 1952, na cidade do Salvador. O primeiro prédio da Mansão do Caminho, nome dado em homenagem à Casa do Caminho dos primeiros cristãos, situava-se na rua Barão de Cotegipe, n. 124, no bairro da Calçada, em Salvador. Todavia, foi somente no ano de 1955 que foi adquirido o terreno onde seria construída a Mansão do Caminho, localizada no bairro Pau da Lima, na cidade do Salvador. Começava a nascer, então, o que viria a ser uma dupla experiência: os lares-famílias, reprogramando o ambiente familiar com sábias orientações cristãs e espíritas, envolvidas pela ternura fraternal dos tios e das tias sempre sob a orientação de Divaldo Franco e de Tio Nilson. Assim, sob as luzes e as bênçãos da nobre Mentora Espiritual Joanna de Ângelis, esses lares floresceram contribuindo com o aprimoramento intelectual, moral e espiritual de milhares de crianças que receberam desta Colméia de amor a oportunidade ímpar de uma existência digna e feliz. Com o tempo, os lares foram sendo substituídos por grupos escolares, oficinas de capacitação profissional e outras atividades sociais de promoção social, apoiando crianças, adolescentes e adultos carentes provenientes de bairros de baixa renda próximos, fornecendo a eles educação integral. A instituição atende, gratuitamente, cerca de 3.200 crianças e adolescentes por dia, além de adultos e idosos carentes. Para os alunos das escolas, crianças da Creche A Manjedoura, albergados da Caravana Auta de Souza e funcionários, a Mansão do Caminho fornece cerca de 5.000 refeições por dia.

Posts Relacionados